Aluno de medicina da Estácio leva choque em aula  

Ele deu queixa na delegacia 

Um aluno do curso de medicina da Universidade Estácio de Sá, unidade Jacuecanga, registrou queixa na 166ª DP por lesão corporal ao ser vítima de um acidente durante uma aula na faculdade. O jovem, de  23 anos, contou que participava de uma aula de Emergência Médica, no início da tarde do último dia 26, quando levou um choque de 100 jaules. Ele explicou que a professora   estava mostrando como funcionava um cardioversor quando levou o choque.  

Ele contou que foi lançado a uma distância de 1 metro e ficou com marcas de queimadura no peito. O estudante disse ainda, que o aparelho deveria ser de simulação, mas era de verdade.   O cardioversor funciona com a aplicação de um choque elétrico de maneira sincronizada sobre o coração. Sua função principal é monitorar os batimentos cardíacos e a oxigenação do sangue, além de restaurar o impulso do coração de uma forma ordenada.