Idosa espera há um ano e 15 dias por reumatologista

Casal foi ao jornal reclamar do descaso

Ela se sente abandonada pelo prefeito Fernando Jordão

Um casal de idosos, ela com 76 e ele com 79 anos, moradores do Morro do Moreno, em Jacuecanga, esteve no jornal A CIDADE, no final da manhã do dia 8, para reclamar da saúde pública em Angra. Dona Geraldina tem artrite e há um ano e 15 dias, espera que a Secretaria Municipal de Saúde a encaminhe para um reumatologista. A doença, que antes atingia o braço, já chegou às pernas e ela segue sem atendimento médico especializado. Para piorar, além de não conseguir encaminhar dona Geraldina para atendimento especializado, a Secretaria de Saúde não consegue nem um clínico geral para atender a população do Morro do Moreno e do BNH, no ESF destinado aos moradores desses bairros.

Doença que antes atingia só o braça, já chegou à perna da idosa

O marido dela esteve nesse ESF na semana passada para marcar médico para a esposa. Com os olhos marejados de lágrimas, ele contou que foi informado que as duas médicas da unidade estão de licença médica. Uma está grávida e a outra está doente. Dona Geraldina disse ao jornal A CIDADE que é eleitora do prefeito Fernando Jordão. Disse que ele a conhece, pois vai a casa dela em toda eleição pedir seu voto. Apesar disso, ela se sente abandonada por ele. “Como eu vou votar na mulher dele (a candidata a deputada Estadual, Célia Jordão), se ele nos abandonou?”, questionou  Dona Geraldina a nossa reportagem.

Ela deu entrada no pedido de especialista há mais de um ano

Deixe um comentário