Preso por embriaguez ao volante  

Homem não tinha dinheiro para a fiança 

Tem gente que não toma jeito, as pessoas estão cansadas de saber que é proibido dirigir depois de beber no Brasil, mas insistem, mesmo sabendo que não têm condições de bancar as consequências desse crime. Um morador do Frade, de 54 anos, rodou nas mãos da Polícia Rodoviária Federal, depois que seu teste do bafômetro deu positivo. Seu carro, um Peugeot prata, havia colidido em um Onix preto, na Rio-Santos, na altura do bairro.  

Felizmente, o acidente não teve vítimas. Mas, os policiais notaram que ele estava com a fala arrastada, com o olhar perdido e exalando um cheiro forte de “manguaça”. Os agentes suspeitaram  que a bebida havia motivado o acidente e o bafômetro confirmou isso.  O caso foi registrado na 166ª DP, onde o delegado de plantão  afiançou o crime em 3 mil reais. Como ele não tinha o dinheiro, permaneceu preso.

Deixe um comentário