Em Angra 132.701 eleitores estão habilitados a votar

No estado são 12.827.296 milhões de eleitores

No próximo domingo, dia 2, os 12.827.296 milhões de eleitores do Estado do Rio, vão escolher além do presidente da república, o próximo governador do estado,

um senador, deputado federal e deputado estadual, no total de cinco cargos diferentes. O Estado do Rio tem 9 candidatos a governador, 14 candidatos a senador. Além disso, 1.078 candidatos disputam as 46 vagas para deputado federal e outros 1.634 nomes concorrem as 70 vagas de deputado estadual.

O TSE disponibilizou uma “cola eleitoral” para facilitar a vida dos eleitores. O documento já está com a ordem de votação e permite o preenchimento dos números dos candidatos antes de ser impresso. Mas os eleitores podem também fazer a anotação em qualquer papel.

Angra tem 132.701 eleitores, distribuídos em duas zonas eleitorais, a 166ª e a 147ª, em 66 locais de votação e 412 seções. Quem quiser acompanhar o resultado oficial é só digitar: https://resultados.tse.jus.br/oficial/#/m/onboarding.

Mudanças na 147ª Zona Eleitoral

Os eleitores que votam na 147ª Zona Eleitoral, devem prestar atenção nas mudanças de local de votação. As seções 151, 174, 213, 239 e 257, que funcionavam na Creche da Santa Rita, irão funcionar no CEMEI Professora Silvana Helena, na Santa Rita do Bracuí.

Quais são os documentos necessarios para votar?

Na verdade, o eleitor brasileiro não é obrigado a apresentar o título eleitoral no dia das eleições, mas precisa saber onde vota e em qual seção e leve um documento oficial com foto. Para agilizar a votação, o TSE pede que o eleitor leve o Título de Eleitor impresso ou digital e-Título. Os documentos oficiais são: carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.  

Justificativa

Quem estiver fora do domícilo pode justificar a ausência pelo e-Título ou em uma seção eleitoral no local erm que estiver apresentando o Formulario de Requerimento de Justificativa Eleitoral (RJE) nas Mesas Receptoras de Justificativa. O formulário também é encontrado nos locais de votação. Quem não justificar no dia deverá daze-lê em no máximo 60 dias nos sites do TRE-RJ ou do TSE, além do e-Título. Quem não justificar no prazo pagará multa de R$ 3,51 por turno, via Pix ou pelo cartão de crédito diretamente no site da Justica Eleitoral, por meio do PagTesouro. Quem não regularizar sua situação junto à Justiça Eleitoral fica proibido de se inscrever em concurso público, tomar posse em cargo público, entre outras sanções.

Lei Seca, roupa adequada para votar e uso de máscara

A “Lei Seca” nas eleições fica a critério de cada Estado. No Rio de Janeiro ela não é aplicada desde 1996. Também não há restrição quanto ao traje ideal para votar, mas o TRE-RJ recomenda o bom senso e o traje de banho deve ser evitado. O uso de máscara durante o pleito fica a critério pessoal, ninguém é obrigado a usar.

Quem tem preferência para votar?

Os maiores de 60 anos, grávidas, lactantes e pessoas com criança de colo, pessoas com deficiencia, transtorno do espectro autista ou mobilidade reduzida, obesos, doentes, candidatos, juízes eleitorais e seus auxiliares, promotores eleitorais, servidores da Justiça Eleitoral, policiais militares em serviço, e quem está, no dia da votação, a serviço da Justiça Eleitoral. Os maiores de 80 anos tem prioridade sobre todos os demais eleitores com preferência.

Que tipo de manifestação política é permitida no dia da eleição?

Só é permitida a manifestação individual e silenciosa do eleitor, através de adesivos, bandeiras, broches e disticos. São proibidas aglomeração de pessoas e veículos com material de propaganda, uso de alto-falantes, realização de comícios, carreatas, transporte de eleitores, boca-de-urna, e qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de candidatos em publicações, como panfletos e cartazes.

O eleitor não pode entrar com o celular na cabine de votacão

Os eleitores não podem portar, na cabine de votação, aparelho celular, máquina fotográfica, filmadoras e equipamentos de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto, ainda que desligados. Ao se dirigir à cabine de votações, esses aparelhos devem ser desligados e entregues aos mesários. Havendo recusa em entregar os equipamentos descritos, o eleitor não poderá votar. Além disso, o ocorrido será registrado em ata, a força policial será acionada para adoção de providências necessárias e a Justiça Eleitoral será informada do fato.

Proibido pessoas armadas

O Tribunal Superior Eleitoral proibiu a circulação de pessoas armadas no dia do pleito, nas 48 horas que o antecederam e nas 24 horas posteriores a eleição em um perímetro de 100 metros dos locais de votação. O porte de armamento só será permitido às forças de segurança.

Identificação biométrica dos eleitores

Todos os municfpios fluminenses terão identificação biométrica. Os eleitores que já tiveram a biometria coletada pela Justiça Eleitoral ou por outros órgaos conveniados, como o Detran, serão identificados por meio das digitais. A ação dispensará um novo processo de cadastramento na Justiça Eleitoral, se os dados forem validados nas eleições. O TRE-RJ já tem registrada a biometria de 7.260.036 eleitores, o que corresponde a 56,6% do eleitorado total do estado.

Voto em trânsito

Quem requereu o voto em trânsito até o dia 18 de agosto deste ano, poderá fazê-lo nessa modalidade. Quem estiver fora do Estado vota apenas para presidente e quem estiver dentro votará para todos os cargos. 30.370 eleitores fluminenses se habilitaram para votar em trânsito no 1° turno das eleições.

Segurança das eleiões

0 TRE-RJ  terá o apoio das forças federais para a segurança das eleições em todo o Estado. Ao todo 70 mil agentes de todas as esferas estarão envolvidos na segurança do pleito. Os crimes eleitorais, como arregimentação de eleitor ou boca-de-urna, podem ser punidos com prisão de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo perÍodo, e multa no valor de cinco mil a quinze mil UFIR.

Deixe um comentário