Professor morre ao cair da laje de casa

Escola municipal em que Lúcio lecionava em Paraty homenageou o professor

O angrense lecionava Matemática

Lúcio Mário de Souza Lopes, de 40 anos, morreu tragicamente na manhã do último dia 24, em  sua  casa no final da  Avenida Itaguaí, na Nova Angra, na Grande Japuíba. Segundo a polícia, ele caiu da laje do imóvel, pela abertura destinada à construção de uma escada, de uma altura de cerca de seis metros. Lúcio, que era também era conhecido pelo apelido de “Panda”, não chegou a ser socorrido, pois morreu no local.

A morte de Lúcio causou comoção em Angra, Paraty e Mangaratiba. Ele  havia trabalhado  como inspetor na Escola Municipal Cleusa Pinheiro e lecionava matemática em Paraty e Mangaratiba. Era angrense, passou a infância no Belém,  mas morava na Nova Angra. Tão logo sua morte foi divulgada na internet, centenas de pessoas usaram as redes sociais para prestar condolências à  família e para lamentar a tragédia.

Muito querido pelos alunos e pelos pais de alunos, todos  destacaram o excelente professor e o excelente ser humano que ele era. Uma das escolas em que Lúcio lecionava em Paraty, destacou que ele era gentil, carinhoso, brincalhão e companheiro.  Seu corpo foi velado na Primeira Igreja Batista da Nova Angra, na Rua Sábia Laranjeiras, na Nova Angra. Ele foi sepultado na tarde do dia 25, no Cemitério da Serra D’Água.