Protesto contra a derrota nas urnas fecha a Rio-Santos

Um dos veículos usados pelos manifestantes para fechar o tráfego na rodovia

Cerca de 30 eleitores de Bolsonaro fecharam o trânsito na rodovia

Uma  manifestação de eleitores de Jair Bolsonaro, cerca de 30 pessoas, inconformados com a derrota nas  urnas no 2º turno da eleição presidencial, neste domingo, dia 30, de outubro, fechou o trânsito nos dois sentidos da Rio-Santos, na manhã desta segunda-feira, dia 31, na altura da entrada da Banqueta.  A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar estão no local, mas o tráfego continua sendo ditado pelos manifestantes que só liberaram a rodovia de tempos em tempos para desafogar a retenção de veículos parados na pista.  Em nota a PRF explicou que vem trabalhando para  garantir a trafegabilidade em todas as rodovias Brasil afora onde também estavam acontecendo protestos pela derrota.

 “A PRF adotou todas providências para o retorno da normalidade do fluxo, direcionando equipes para os locais e iniciando o processo de negociação para liberação das rodovias priorizando o dialogo, para garantir, além do trânsito livre e seguro, o direito de manifestação dos cidadãos, como aconteceu em outros protestos”, afirma um trecho da nota.  “A PRF já acionou a Advocacia Geral da União (AGU) em todos os Estados onde foram identificados pontos  de bloqueio, para obter interdito proibitório na Justiça Federal, objetivando, liminarmente, a expedição de mandado judicial como forma de garantir pacificamente a manutenção da fluidez nas rodovias federais brasileiras”, informou outro trecho da nota.