Todos os eleitos para a Câmara Federal e Alerj tiveram votos em Angra

No domingo, dia 2 de outubro, os eleitores conheceram os representantes que atuaram na Assembleia Legislativa dos Estado do Rio de Janeiro e na Câmara Federal pelos próximos 4 anos. Todos os 70 deputados estaduais eleitos tiveram votos em Angra. Bem como os 46 novos congressistas.

Entre os cinco federais mais votados na cidade estão Soraya Santos (PL), com 6.487 votos abocanhados aqui, de um total de 130.979 votos; seguida por Otoni de Paula, que obteve exatos 2.786 votos, do total de 158.507; Hélio Lopes (PL), recebeu 2.229 votos dos angrenses e no total teve 132.986 votos. O ex-senador Lindbergh Farias, do PT, conquistou a confiança de 1.763 eleitores angrenses, totalizando 152.219 votos. Fechando a lista dos cincos mais votados, Áureo Ribeiro do Solidariedade teve 1.655 votos na cidade e 103.321 votos no total.

Para a Alerj, além de Célia Jordão (PL), que teve 31.363 na cidade de um total de 49.680 votos; vem Jorge Fellipe Neto (Avante) com 2.317 votos em Angra, de um total de 35.703 votos; Gustavo Tutuca (PP) continuou tendo boa votação no município e garantiu 1.569 votos, dos 52.976 votos; Giovani Ratinho do Solidariedade teve no total 33.416 votos e em Angra saiu com 1.249 votos. Fechando o top cinco, vem Daniel Librelon, do Republicanos, conquistou 1.180 votos na cidade, obtendo um total de 80.970 votos.

Bolsonarismo se mantém forte na cidade

O presidente Jair Bolsonoro, do PL, candidato a reeleição, foi o candidato mais votado em Angra, para ocupar o posto mais alto do país. Bolsonaro teve 60.443 votos no primeiro turno, contra 31.926 votos do ex-presidente Lula, do PT.

Ciro Gomes, do PDT, conquistou 2.434 votos angrenses e Simone Tebet 2.254 votos. Figura emblemática destas eleições, Padre Kelmon, do PTB de Roberto Jefferson, beliscou 84 votos na cidade dos Reis Magos.

Castro ganha de lavada

O governador Cláudio Castro (PL) anda com a bola cheia, após a eleição de domingo, onde fez barba, cabelo e bigode, e deixou os seus adversários, principalmente Marcelo Freixo (PSB), a ver navios. Se no Estado, o agora reeleito governador, teve 58% dos votos válidos, em Angra o massacre foi ainda maior, levando 60.443 votos na cidade, o que representa 72,05% dos eleitores que compareceram as urnas, no domingo, dia 2.

Freixo recebeu 17.645 votos, ou seja, 20,47% dos votos válidos. Paulo Ganime do Novo teve 3.240 votos e Rodrigo Neves (PDT), apenas 2.809 eleitores.

Romário leva fácil para o Senado

Assim como no cenário estadual, o ex-jogador Romário (PL) foi o grande campeão das urnas em Angra. O Baixinho teve 31.644 votos angrenses, contra 23.235 de Daniel Silveira (PTB), 10.296 de Molon (PSB) e 8.341 de André Ceciliano, do PT.

Deixe um comentário