Angrense denuncia obra com sobrepreço de mais de 500 mil

Trecho do vídeo

Ele postou um vídeo nas redes sociais sentando o sarrafo e chamando o prefeito de irresponsável

https://youtu.be/wNbBbE8Kj9s

Um angrense foi para as redes sociais denunciar o suposto superfaturamento, que ele chamou de “sobrepreço”, de uma obra que a Prefeitura está realizando na altura da Praia das Gordas, na Estrada do Contorno. Morador do Bracuí, Herivelton Cunha, faz questão de frisar que não está questionando a obra e sim o valor pago por ela. Em um vídeo gravado no local da ampliação do Mirante do Bonfim, ele afirma que nos condomínios de luxo da cidade, onde os imóveis são de alto padrão, o m² custa em média R$ 1.500. Segundo ele, usando esse parâmetro, a ampliação do mirante deveria custar pouco mais de R$ 200 mil, uma vez que são 150 m² de obra, a Prefeitura está pagando mais de R$ 800 mil.

Mais um trecho do vídeo

“O que justifica esse sobrepreço? Questiona. Herivelton acusa a Câmara Municipal de se “fingir de morta” e chama o prefeito de irresponsável. Ele lembrou ainda que a obra é da Secretaria de Urbanização, Parques e Jardins, cuja titular da pasta é mulher do Chefe de Governo, da Prefeitura, que esteve envolvido no escândalo de licitações fraudulentas chamado “Cartas Marcadas”, em outubro de 2007, durante o segundo mandato de Fernando Jordão à frente da Prefeitura de Angra. O contrato da obra foi assinado no dia 2 de setembro em plena campanha eleitoral.  Segundo ele é nessa hora que os governos municipais se aproveitam que o povo está “distraído” com as eleições para “passar com a boiada”.

Outro trecho do vídeo