Construção irregular é identificada em área de preservação ambiental

Caso foi registrado na 167ª Delegacia de Polícia

Policiais militares da Unidade de Policiamento Ambiental do Parque Estadual da Juatinga, após terem recebido denúncia encaminhada pelo programa Linha Verde, do Disque Denúncia (0300 253 1177) sobre construção irregular, estiveram na sexta-feira, dia 4, em Paraty, onde identificaram o início de uma edificação em alvenaria no bairro Canto Azul.

Os agentes da 4ª UPAm procederam à Rua Maria Júlia Ortiz de Oliveira, onde a construção em alvenaria, era de uma unidade unifamiliar, com cerca de 60 metros quadrados, mas a menos de 30 metros de um curso de água, infringindo a lei 12.651 de 25/05/12, que em seu artigo 4º, delimita as áreas de preservação permanente.

A equipe também flagrou resíduos de construção civil aglomerados em frente ao terreno, mas durante as diligências, não encontraram os responsáveis ou placas indicativas de licenciamento, já que o local está nos limites da zona de amortecimento do Parque Nacional da Serra da Bocaina. Diante dos fatos, os policiais militares se deslocaram à 167ª DP, onde a ocorrência foi registrada.