Crateras na Rio-Santos assustam motoristas e causam prejuízos

Na volta para casa Jojo Todynho reclama das condições da rodovia

Até Jojo Todynho reclamou da rodovia depois de passar o finde em Angra

A agora privatizada Rio-Santos continua com os mesmos problemas de antes da concessão,  e o pior deles são os buracos nas pistas. A buraqueira está em toda extensão da rodovia, mas em Angra o problema é mais grave. Os buracos surpreendem os motoristas, pois aparecem de um dia para outro. Se o motorista  desvia, corre o risco de causar um acidente e se aceita e cai no buraco, na maioria das vezes, tem um prejuízo enorme.

No  trecho da via entre a Mombaça e o Camorim Pequeno, por exemplo, têm dois buracos enormes há  semanas e a CCR RioSP não faz nada para minimizar o problema. Na internet há diversos relatos de pessoas que tiveram prejuízo por causa da buraqueira.  Um dos relatos  informa que os motoboys, que usam suas motocicletas para ganhar dinheiro, estão tendo prejuízos. Segundo o relato, os aros das motos  estão amassando e até as peças estão quebrando. “Saímos para ganhar o nosso pão de cada dia e ainda vêm esses prejuízos, é complicado né”, lamenta um motoboy. O relato conta que tem trabalhador com a moto nova, com menos de dois meses de uso, com os aros todos amassados por causa desses buracos.

Até a empresária, cantora e apresentadora, Jojo Todynho, que passou o final de semana dos dias 12 e 13, em Angra, reclamou das condições da  rodovia nas redes sociais.  Ao volante de seu carro, ela pede ao prefeito de Angra, que  tome alguma providência quanto ao estado deplorável da Rio-Santos. Ela gravou um store enquanto voltava para casa  no Rio de Janeiro. Apesar  de Fernando Jordão não administrar a rodovia, a reclamação procede, pois cabe ao prefeito zelar pelos interesses da cidade.

O jornal A  CIDADE procurou a CCR RioSP para saber se haveria alguma operação tapa-buraco emergencial. A empresa informou em nota  que “estamos com obras de recuperação de pavimento em todo o trecho da BR-101. Os trabalhos seguem cronograma de obra,  com previsão de término em fevereiro”, encerra a nota.  O motorista que lute.