Duas pessoas são detidas por crimes eleitorais na  Costa Verde

Seção onde o crime eleitoral foi flagrado funcionou na E.M. Cacique Cunhabebe

Elas são acusadas de filmar ou fotografar o voto com celular

Duas pessoas, uma em Angra e uma em Paraty, foram detidas pela Polícia Militar, na tarde do último domingo, dia 30, de outubro, após serem acusadas  pelos mesários de suas respectivas sessões de filmar ou fotografar com celular na cabine de votação. Segundo a Lei 4.737/65, artigo 312, do Código Eleitoral, essa prática constitui um crime com pena que pode chegar  a até dois anos de prisão, além de multa  que pode chegar a R$ 15 mil.

Em Angra, o crime foi na Escola Municipal Cacique Cunhambebe, no Frade. A mesária da seção 138, percebeu a ação da eleitora e chamou a polícia. Ela foi detida e o celular foi apreendido ainda no local.  Em Paraty, um homem teria fotografado a urna no momento do voto. O caso aconteceu na seção eleitoral da Vila Oratório. A mulher e o homem foram encaminhados às delegacias de suas respectivas cidades, a 166ª DP e a 167ª DP, onde os  casos foram registrados.