Preso dentro do Hospital do Andaraí no Rio

Marginal era procurado por assaltos a bancos. Ele teria sido baleado em confronto na Lambicada

O delegado Luiz Carlos da Silva Júnior prendeu no dia 2 de novembro, dentro do Hospital Federal do Andaraí, um procurado de fazer parte de uma violenta quadrilha de assaltantes de banco, que havia sido baleado numa troca de tiros, supostamente na Lambicada, em Angra, onde perdeu o fuzil que usava nos assaltos e que foi apreendido pela polícia após o confronto. O bandido foi identificado como Wallace Melo dos Santos, de 31 anos, que seria morador do Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, no Centro do Rio.

Ele e seu bando, conhecido como novo cangaço, estariam abrigados na Lambicada enquanto preparavam um assalto a agências bancárias de Angra, quando traficantes rivais invadiram no dia 31, a Lambicada.

Seus comparsas teriam sido mortos durante o confronto e ele teria perdido a sua arma.

Segundo as investigações, Wallace se vestia com uma camisa da Polícia Civil para praticar os assaltos, só nos últimos quatro meses, seu bando teria roubado cinco estabelecimentos.  

De acordo com a Polícia, nos últimos assaltos a bancos no Rio, o grupo atua com homens armados com fuzis. Os criminosos roubavam veículos, faziam reféns, detonavam explosivos, resistiam violentamente à prisão, bloqueando vias e disparando contra policiais militares.

Os criminosos podem responder pelos crimes de roubo majorado, tentativa de homicídio, organização criminosa e resistência qualificada.

Wallace Melo dos Santos